Aposentadoria Especial: Informações essenciais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Aposentadoria Especial: Informações essenciais

Você já sabe tudo o que precisa para se aposentar por periculosidade e insalubridade? Imaginamos que não. 

Pensando nisso, preparamos este material com dicas indispensáveis para os segurados que vão se aposentar por esta modalidade.

Quais as regras para da Aposentadoria Especial?

Após a Reforma as regras para quem já contribuia para o INSS no dia 12/11/2019, são as regras de transição, confira:

Aposentadoria por 25 Anos de Contribuição – 86 pontos

Aposentadoria por 20 Anos de Contribuição –76 pontos

Aposentadoria por 15 Anos de Contribuição – 66 pontos

Para completar os pontos é necessário preencher o tempo mínimo de contribuição e o restante completar com idade.

Como comprovar tempo de serviço especial?

O tempo em atividade especial é comprovado através do PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário.

Apesar dessa regra, caso não haja possibilidade de apresentar o PPP, existem outras formas de comprovação da atividade especial como o LTCAT, provas emprestadas de outros colegas de trabalho, formulários antigos (válidos antes do PPP), dentre outras provas.

Se você não possui condições de apresentar o PPP, busque o apoio de um advogado previdenciário e verifique quais alternativas podem se aplicar ao seu caso.

Não vou me aposentar pela modalidade especial, mas já trabalhei em atividade insalubre e perigosa

Se você atuou em atividade especial até o dia 12/11/2019 e não vai se aposentar pela modalidade especial, você pode converter todo esse tempo em atividade comum.

Via de regra, a conversão desse tempo de atividade especial em comum se torna 40% maior para os homens e 20% maior para as mulheres. 

Essa conversão pode ajudar muitas pessoas que estão em busca da aposentadoria.

Como não ser prejudicado na hora da Aposentadoria

A aposentadoria especial é uma modalidade um pouco mais complexa que as demais, por isso não é raro encontrar pessoas que passam pela situação de terem o benefício negado.

Uma forma de não ser prejudicado na hora de se aposentar é fazendo o Planejamento Previdenciário.

O planejamento é o serviço executado por um Advogado especialista em direito previdenciário que te auxiliar quando aos documentos que deve apresentar, identificar todas as normas que podem te beneficiar na aposentadoria e fazer o cálculo previdenciário que constata quando você deve se aposentar e qual será o salário de benefício devido.

O planejamento é a forma de garantir que você vai entrar com a solicitação de aposentadoria da forma correta, evitando que o benefício seja negado. 

Além disso, caso o INSS cometa algum erro na análise do seu benefício você poderá saber, pois já terá sido orientado sobre os seus direitos.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: