Conheça os novos critérios da Aposentadoria por Idade para 2020

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
aposentadoria por idade

A aposentadoria por idade teve significativas mudanças com a Reforma da Previdência e é fundamental que você conheça as novas regras para não ser pego desprevenido!

Vamos falar sobre as novas regras, as regras de transição e também sobre a forma de cálculo deste benefício!

Quais são as novas regras?

Para se aposentar será necessário cumprir:

  • Homem: 20 Anos de Contribuição + 65 Anos de Idade Mulher: 15 Anos de Contribuição + 62 Anos de Idade

Em relação a regra anterior, a idade aumentou 2 anos para as mulheres e o tempo de contribuição subiu 5 anos para os homens.

A quem se aplicam essas novas regras?

As novas regras se aplicam para as pessoas que começaram a contribuir a partir do dia 13/11/2019.

Quais são as Regras de Transição?

Quem se enquadra nas regras de transição podem usufruir das seguintes regras:

  • Homem: 15 Anos de Contribuição + 65 Anos de Idade 
  • Mulher: 15 Anos de Contribuição + 60 Anos de Idade e 6 meses.

Para a Mulher deve ser acrescentado 6 meses de Idade por ano até completar 62 anos de idade.

A quem se aplicam essas regras de transição?

Se enquadram nessas regras todos os contribuintes que começaram a contribuir antes do dia 13/11/2019, ou seja, antes de começar a valer a Reforma da Previdência.

Qual é o valor do beneficio?

Para descobrir o valor do benefício precisamos, antes, identificar qual é o valor do salário de benefício.

Após a Reforma da Previdência o Salário de benefício passou a ser média aritmética de 100% dos salários de contribuição desde julho de 1994 até o ultimo anterior à solicitação. 

Para fazer este cálculo é necessário atualizar o valor dos salários de contribuição, somar o valor deles e dividir pela quantidade. 

O resultado será o salário de benefício após a Reforma da Previdência.

O valor do benefício de aposentadoria por idade é 60% do salário de benefício + 2% para cada ano de contribuição que exceder 20 anos de contribuição.

Como não ser Prejudicado pela Reforma da Previdência?

Hoje, diante de tantas regras, leis antigas e novas, além de um cálculo extremamente complexo, receber o melhor benefício se tornou uma tarefa difícil.

O Planejamento Previdenciário é uma ferramenta importante para resolver esta questão. Através dele é feita toda instrução do segurado sobre documentos, sobre seus direitos além da elaboração do cálculo previdenciário que evitará que erros e equívocos do INSS passem despercebidos e prejudiquem o seu benefício.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: