Empregador não pagou o INSS, como fica minha Aposentadoria?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
empregador inss

Já ouviu falar ou já passou pela situação de achar que está pagando em dia sua contribuição previdenciária e quando solicitou um benefício ele ser negado por falta de contribuição?

Infelizmente isso pode acontecer, mas a boa notícia é que o segurado tem opções para lidar com esse problema e vamos mostrar algumas dessas opções.

É muito importante que o segurado garanta que o seu tempo de contribuição esteja realmente contando para o INSS, caso contrário, o segurado estará abrindo mão de importantes benefícios como, aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade, seguro-desemprego, e outros mais.

Descobri que meu empregador não repassa/repassou as contribuições, o que fazer?

O empregador que desconta na sua folha de pagamento a contribuição para o INSS e não repassa os valores para a Previdência Social pode responder pelo crime de apropriação indébita previdenciária.

Esta é uma responsabilidade muito grave que muitos empregadores desconhecem.

Sugerimos, como uma primeira alternativa, que você converse com o empregador ou mesmo ex empregador, exponha a situação e identifique se pode resolver a situação amigavelmente.

Se possível, utilize sempre métodos que possam ser registrados, como e-mail, por exemplo.

Caso o empregador se recuse a resolver a situação, será necessário ingressar com uma demanda judicial pedindo que o empregador seja obrigado a fazer esses repasses ao INSS para que esse período conte para carência de diversos benefícios, inclusive para aposentadoria.

Como saber se o meu empregador está repassando as contribuições para o INSS?

Para conferir essa informação não há segredo. Basta consultar o seu CNIS no portal do MEU INSS.

CNIS significa Cadastro Nacional de Informações Sociais e é através dele que você poderá descobrir como estão as suas contribuições.

Para fazer essa consulta, como dissemos, basta acessar o portal online MEU INSS, este é o site oficial do INSS para requerimento, consulta e acompanhamento de benefícios dentre outras opções. Você pode conferir clicando aqui.

Se você nunca tiver acessado o portal será necessário, antes, fazer um cadastro.

Após fazer o cadastro, já dentro do portal, você encontrará a opção através do “Extrato Previdenciário (CNIS)”, do lado esquerdo da página.

Ao clicar neste link será possível emitir o documento e conferir a informação.

Para quem é correntista na Caixa Econômica e no Banco do Brasil é possível consultar o extrato no caixa eletrônico através da opção “Previdência Social”, no Banco do Brasil, e “Extrato Previdenciário” na Caixa. 

Caso tenha problemas com a regularização das suas contribuições previdenciárias devido ao erro do empregador busque a orientação de um advogado previdenciário.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: