Saiba quais os tipos de aposentadoria disponíveis no Brasil

Saiba qual é a melhor opção para você dentro do sistema de aposentadoria no Brasil e o que a legislação diz sobre ela.

Muitos trabalhadores ainda tem dúvidas sobre o pedido de aposentadoria, principalmente com a proposta de algumas mudanças na legislação em tramitação no governo. E você, sabe quais os tipos de aposentadoria do Brasil?

Pois é, muita gente ainda não conhece. Por isso, vamos explicar cada um deles neste artigo e falar sobre o funcionamento do sistema de aposentadoria no Brasil. Continue a leitura para conferir!

Quais os tipos de aposentadoria existentes?

Com a Reforma da Previdência, a questão sobre quais os tipos de aposentadoria passaram a ser parte das principais dúvidas sobre aposentadoria no país. Mas não se preocupe: estamos aqui para descomplicar essa tarefa.

O processo parece bastante burocrático, mas se for feito da forma correta e com o acompanhamento de um advogado especializado tudo fica mais simples e pode ser resolvido bem rapidamente.

Para te ajudar a entender melhor as leis de aposentadoria no Brasil, separamos os tipos do benefício disponíveis. Olha só:

1-Tipos de aposentadoria do INSS

Os tipos de aposentadoria do INSS (Instituto Nacional do Seguro Nacional) são os mais conhecidos da população. Disponíveis para os trabalhadores que contribuem com o órgão, o sistema disponibiliza 4 opções de aposentadoria:

  • Aposentadoria especial: a aposentadoria especial é concedida para trabalhadores que trabalham expostos a agentes nocivos, sejam eles biológicos, químicos ou físicos.
  • Aposentadoria por invalidez: essa aposentadoria é utilizada em casos de doença ou acidentes em que a pessoa fica impossibilitada de trabalhar.
  • Aposentadoria por idade: hoje, para se aposentar nessa categoria, e idade mínima para mulheres é 60 anos e para os homens 65. Isso pode mudar se a Reforma da Previdência for aprovada, aumentando a idade mínima das mulheres para 62 anos.
  • Aposentadoria por tempo de contribuição: hoje, a lei de aposentadoria no Brasil afirma que é preciso ter 35 anos de contribuição, no caso dos homens, e 30, no caso das mulheres. Essa é outra regra que pode mudar com a Reforma, determinando o tempo mínimo de contribuição de 20 anos para homens e mulheres (requisito que será avaliado juntamente com a idade mínima)

2-Previdência Social

Além dos tipos de aposentadoria do INSS, existem outras opções para garantir o benefício. O RGPS (Regime Geral da Previdência Social) é uma delas e inclui todos os contribuintes do INSS.

Além dela, você também pode optar pelo RPPS (Regime Próprio de Previdência Social). Este caso é exclusivo para funcionários que conseguiram suas vagas por meio de concurso público e funciona com sistema de repartição simples (que atua com o mesmo sistema de contribuições do INSS) ou capitalização.

Na capitalização, o valor é aplicado em ativos de renda fixa e de rendas variáveis. Assim, o funcionário coleta a somatória da reserva e dos rendimentos gerados por todo o dinheiro aplicado.  

3-Previdência Complementar

A Previdência Complementar funciona como um fundo extra para a sua aposentadoria. Você pode optar por um seguro previdenciário para complementar o benefício.

Existem várias opções desses investimentos nos bancos, como a previdência privada disponível em duas categorias: VGBL (Vida Gerador Benefício Livre) e PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre).

Se quiser esse complemento, lembre-se de buscar a melhor opção para você, considerando os limites do seu orçamento, assim como as suas expectativas e suas necessidades financeiras no futuro.

Procure um advogado!

Agora que você já conhece melhor o sistema de aposentadoria no Brasil, vamos falar sobre a importância de ter um advogado para te acompanhar durante o processo.

Contar com a ajuda de um profissional nesses casos é essencial, pois ele sabe os caminhos do processo, conhece toda a documentação necessária, sabe a melhor opção para você e conhece as leis de aposentadoria no Brasil.

Um profissional da área jurídica tem todo o conhecimento técnico necessário para tornar o trâmite mais rápido e simples, evitando imprevistos e problemas burocráticos.

A Advocacia Rodrigo Moura é especializada na área previdenciária há 10 anos. Nossa equipe está preparada para esclarecer suas dúvidas sobre  o sistema de aposentadoria no Brasil e vai te ajudar durante toda a tramitação.

Acesse o site para conversar com um especialista agora mesmo!

Quer solicitar a sua aposentadoria? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura e tire todas as suas dúvidas sobre o processo!

Leia também: Aposentadoria especial para vigilante: como funciona esse benefício?

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.