Auxilio Doença: Como conseguir, valor e + Dicas Importantes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Auxilio Doença Como conseguir

O auxílio doença é o benefício concedido ao segurado que está temporariamente incapaz para o trabalho. Hoje vamos explicar como obter este benefício e outras dicas importantes para o segurado que vai solicitar o auxílio.

Continue conosco e tire as suas dúvidas!

Quando posso Receber o Auxílio Doença?

O auxílio doença é o benefício previdenciário concedido ao segurado que está incapaz para o trabalho de forma temporária.

Essa incapacidade poderá surgir tanto de um acidente quanto de uma doença.

Outro ponto importante é que esta doença ou acidente não precisa, necessariamente, ter relação como seu trabalho, ou seja, a doença ou acidente pode ocorrer no ambiente de trabalho ou da vida pessoal.

No tópico 3 vamos falar sobre os requisitos para receber este benefício.

Qual é o Valor do Auxílio Doença?

O auxílio doença consiste em 91% do salário de benefício. Sobre este valor precisamos fazer algumas considerações.

O Salário de Benefício, após a reforma, é calculado pela média simples de 100% das contribuições a partir de julho de 1994. 

Após obter o resultado se aplica a alíquota de 91%.

Por fim, importante observar que o valor do benefício não pode ser inferior a 1 salário mínimo e nem superior à média dos seus últimos 12 salários de contribuição.

Quais os requisitos para ter direito ao benefício?

Para conseguir este benefício, o segurado deverá preencher alguns requisitos. Vamos conferir cada um deles.

  • Carência de 12 contribuições mensais 

Carência é uma quantidade de contribuições que o segurado precisa fazer para ter direito a certos benefícios. No caso do auxílio doença, são necessárias 12 contribuições para ter direito de solicitar este benefício.

Importante ressaltar que em algumas situações a carência é dispensada. Estão isentos da carência os seguintes segurados:

  •  Os que sofrem das doenças previstas na Portaria Interministerial MPAS/MS nº 2998/2001;
  • Os que sofreram doenças profissionais e acidentes de trabalho;
  • O que sofreram acidentes de qualquer natureza ou causa.

Outro requisito que o segurado precisa ter é:

  • Ter qualidade de segurado.

Para manter a qualidade de segurado é necessário ser um contribuinte do INSS.

Existe uma exceção a esta regra que são os segurados que estão em período de graça. Estes segurados, mesmo sem contribuir poderão usufruir do benefício.

  • Comprovar que a doença/acidente o tornou temporariamente incapaz para o trabalho.

Este é o ponto principal, que citamos no início do post. 

Para receber o benefício é imprescindível que o segurado esteja passando por essa incapacidade temporária.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: