A Empresa não repassou a Contribuição Previdenciária para o INSS? Saiba o que fazer

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Empresa não repassou a contribuição

Todo mês o empregado vê no holerite o desconto da contribuição previdenciária para o INSS. Hoje vamos ver o que pode ser feito quando o empregador, mesmo fazendo os descontos, não repassa a contribuição para o INSS.

Essa situação pode ser identificada em diversos momentos, enquanto a pessoa ainda está naquele emprego, quando a empresa decreta falência, ou até mesmo quando o empregado já não trabalha mais para aquela empresa.

Em todos os casos existem alternativas para buscar este direito e, principalmente, para checar essa informação e evitar prejuízos.

Como saber se o empregador repassa o INSS

Conferir se o seu INSS está sendo repassado é um meio excelente para evitar dores de cabeça no futuro.

O trabalhador, ao se deparar com a falta do repasse da contribuição poderá entrar em contato com o seu empregador e conversar sobre o que pode estar acontecendo. O acordo é sempre a primeira opção.

Ao fazer isso, a empresa estará ciente da situação e do seu conhecimento sobre ela, e caso a empresa não entre num acordo com o trabalhador e a contribuição não seja feita, você poderá adotar medidas legais para exigir o cumprimento dessa obrigação.

Para conferir se o empregador está repassando corretamente as contribuições você poderá consultar o seu CNIS, que é onde ficam registradas todas as contribuições que são repassadas para o INSS no seu nome.

Para consultar o extrato do CNIS você poderá entrar no portal oficial: MEU INSS, fazer o seu cadastro e consultar se as contribuições estão sendo feitas todos os meses.

Essa consulta é feita completamente online, sem a necessidade de agendamento presencial.

Empregador não repassa o INSS o que fazer?

Caso não haja possibilidade de acordo com a empresa, ou quando ela se recusar a repassar as contribuições, medidas devem ser adotadas pelo empregado para não prejudicar o recebimento de benefícios previdenciários ou até mesmo para Aposentadoria.

O segurado que teve os descontos previdenciários possui direito ao benefício, ainda que eles não sejam repassados. Além disso, a empresa também precisa ser obrigada a regularizar essa situação.

Se o empregado estiver precisando de um benefício previdenciário ele poderá reunir todas as provas de que trabalhou e teve os descontos previdenciários para solicitar o benefício. 

Em paralelo a isso, medidas legais como notificação e o processo judicial, por exemplo, podem ser movidos contra o empregador exigindo a regularização do repasse das contribuições.

Se você está passando por esse tipo de situação e não vislumbra um acordo com o empregador para a regularização dessas contribuições, entre em contato com um Advogado Previdenciário para a adoção das medidas legais para obrigar o empregador a regularizar o repasse das contribuições.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: