Revisão da vida Toda Aprovada! Entenda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
revisão da vida toda

Aposentados, já conhecem a revisão da vida toda?

Essa revisão leva em consideração todos os seus períodos de contribuições feitos ao longo da vida no seu período base de cálculo.

A intenção é que ao reunir todo esse período de tempo o valor da sua aposentadoria possa melhorar.

Vamos entender como isso funciona como isso pode ajudar muitos aposentados.

Como é calculado o valor do benefício?

O valor do benefício de aposentadoria é calculado com base nos salários de contribuição a partir de julho de 1994.

Essa forma é utilizada até mesmo para quem já contribuía antes dessa data.

O cálculo é feito dessa forma porque nessa data foi instituído o plano real, então a moeda passou de cruzeiro para real.

De onde surgiu a revisão da vida toda?

Em 1999, foi instituída uma nova lei que determinou que os segurados que começassem a fazer sua contribuição a partir de 29/11/1999, a renda mensal da aposentadoria seria calculada com base nas 80% maiores contribuições a partir de 07/1994.

Até aí, tudo certo.

Porém, ficou estabelecida a mesma regra para os segurados que que começaram a contribuir antes de 29/11/1999.

Ou seja, os segurados que ganhavam bons salários antes de entrar em vigor o plano real foram extremamente prejudicados, pois esse tempo de contribuição não foi considerado na aposentadoria deles.

Daí surgiu a revisão da vida toda, para requerer que o benefício desse segurados fosse calculado não só com base nos períodos posteriores a 07/94, mas sim com base em todo o tempo de contribuição feito pelo segurado.

Revisão da Vida Toda é reconhecida judicialmente

Como o INSS não reconhece que tal fato é injusto e não fez a alteração dessa regulamentação, muitas pessoas, até hoje buscam a revisão da vida toda judicialmente.

Após muitos anos, em 2019, o Superior Tribunal de Justiça reconheceu a validade da revisão da vida toda. 

O fundamento que mais contribuiu para este entendimento é o fato de que se os períodos de contribuição anteriores a 07/94 forem reconhecidos muitos aposentados poderão ter um significativo aumento no valor de suas aposentadorias.

Essa tese ainda será analisada pelo STF – Supremo Tribunal Federal – mas o reconhecimento pelo STJ já se trata de um grande progresso no reconhecimento por este direito.

Se você está nessa situação busque a orientação de um Advogado Previdenciário e identifique os seus direitos.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: