Entenda o Cálculo da Aposentadoria após a Reforma da Previdência

aposentadoria pós reforma

Mudanças vieram com a Reforma da Previdência, não só quanto às regras da aposentadoria, mas também em relação ao valor do benefício.

Muitas pessoas acabam esquecendo essa parte, porém este é um ponto fundamental que deve ser analisado na hora de se aposentar.

Vamos conferir como ficou o salário de benefício e as regras para chegar à Renda Mensal Inicial, ou seja, o valor da aposentadoria.

COMO É FEITO O CÁLCULO DA APOSENTADORIA?

O cálculo da aposentadoria é composto, na verdade, por 2 cálculos. 

Primeiro é calculado o valor do salário de benefício e após é calculada a Renda Mensal Inicial. O resultado será o valor da sua aposentadoria.

Vale mencionar que aqui não vamos tratar da aposentadoria rural por idade e nem da aposentadoria do portador de deficiência. Ambas não foram modificadas pela Reforma da Previdência.

Então, vamos lá!

SALÁRIO DE BENEFÍCIO 

O salário de benefício após a Reforma mudou, pois a base de calculo que antes era 80% dos maiores salários de contribuição, passou a ser 100% dos salários de contribuição.

Na prática, se você recebeu bons salários e outros que foram ruins, ambos serão contabilizados deixando a sua média mais baixa. Agora, quando eram considerados apenas os 80% maiores salários era mais vantajoso, pois os seus piores salários de contribuição ficavam de fora do cálculo.

Mudanças explicadas, agora vamos entender como é feita essa média.

Após a Reforma o valor é a média aritmética de 100% dos salários de contribuição desde julho de 1994 até o ultimo anterior à solicitação. 

Para chegar resultado é necessário atualizar o valor de todos esses salários de contribuição, somar o valor e dividir pela quantidade.

Agora que você já entendeu como é feito o cálculo do salário de benefício, vamos entender como é feito o cálculo da Renda Mensal Inicial.

RENDA MENSAL INICIAL – Como é feita?

A renda mensal inicial vai variar de acordo com cada tipo de regra, vamos ver como funciona cada caso:

REGRA GERAL

A Reforma trouxe um padrão geral para, qual seja: 60% do salário de benefício, acrescido de 2% para cada ano de contribuição que exceder o tempo de 15 anos de contribuição para a mulher, e 20 anos para o homem. 

Portanto, com exceção das regras abaixo, se aplica a regra geral.

PEDÁGIO DE 50%

Para quem se aposenta por essa regra a renda mensal inicial será 100% do salário de benefício aplicado o Fator Previdenciário.

PEDÁGIO DE 100%

Essa é a regra que proporciona a aposentadoria com o valor mais vantajoso.

Através dessa regra o segurado pode se aposentar recebendo 100% do salário de benefício.

APOSENTADORIA ESPECIAL

Para os homens que se aposentam por 25 ou 20 anos de contribuição, segue a regra geral: 60% do salário de benefício + 2% para cada ano que ultrapassar os 20 anos de contribuição.

Já para os homens que se aposentam por 15 anos de contribuição, a regra é um pouco diferente: 60% do salário de benefício + 2% para cada ano que ultrapassar os 15 anos de contribuição.

Para as mulheres, apesar das regras de concessão da aposentadoria serem iguais as dos homens, o valor do benefício segue uma regra diferente. Independente do tempo de contribuição (15, 20 ou 25 anos) o valor será: 60% do salário de benefício + 2% para cada ano que ultrapassar os 15 anos de contribuição.

E agora, já sabe como é feito o cálculo da sua aposentadoria?

Este é um cálculo detalhado e complexo, caso necessite de ajuda, faça um Planejamento previdenciário.

Além do cálculo você conseguirá saber quais são as melhores regras para sua aposentadoria e ajuda para fazer o pedido e sobre a documentação necessária. 

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.