Trabalhei sem contribuir para o INSS e agora? Conheça a Retroação da DIC!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
retroação DIC

Quando a Reforma da Previdência foi aprovada muitas pessoas estavam próximas de se aposentarem.

A Retroação da DIC é uma análise que pode ajudar essas pessoas a conseguirem se aposentar pelas regras antigas e fugir da Reforma da Previdência.

Este não é nenhum truque, nenhuma estratégia. Trata-se apenas da análise da lei aplicada ao caso concreto para ajudar pessoas a se aposentarem pelas regras corretas.

Indicamos sempre, em caso de dúvidas, que o segurado busque o auxílio de um advogado previdenciário.

O Advogado é o profissional correto para analisar os seus direitos e identificar situações que podem ser corrigidas para seu benefício.

Continue conosco e conheça os seus direitos.

1. O que significa Comprovação da Retroação da DIC?

DIC significa Data do Início da Contribuição.

Comprovar a retroação na DIC nada mais é do que comprovar que você começou a trabalhar antes mesmo do início de contribuição que o INSS está considerado.

Quando isso é comprovado, você irá retroceder o seu tempo de contribuição e consequentemente irá ter começado a contribuir antes e poderá, se for o caso, se aposentar pelas regras antigas.

Essa retroação está prevista na Instrução normativa nº 77 do INSS.

2. Como conseguir a retroação da DIC?

Para que isso seja possível é necessário que o segurado comprove que trabalhou neste período de faça a contribuição respectiva.

Lembrando que não há prazo para fazer este reconhecimento, portanto, se algum período que você trabalhou mas não contribuiu e deseja que ele seja incorporado à sua aposentadoria, busque um advogado previdenciário e identifique seus direitos.

3. Vale a pena buscar este direito?

Como dissemos, o procedimento para solicitar a retroação da DIC depende de comprovação desse tempo de trabalho, ou seja, será necessário buscar provas. 

Ir atrás deste direito vale a pena especialmente para aquelas pessoas que precisam de pouco tempo de contribuição para conseguir atingir as regras de antigas e não ser pego pela Reforma da Previdência, por exemplo.

Para você identificar se vale a pena buscar este direito, faça as contas antes de entrar com esse pedido.

Veja qual é o valor total que você precisa contribuir sem a retroação para aposentadoria e compare com o valor que você precisará pagar caso faça a retroação.

Vale a pena ir atrás deste direito se a contribuição necessária com a retroação for menor do que a contribuição sem a retroação.

Além desses requisitos, outros devem ser analisados caso a caso. 

Este cálculo costuma ser complexo para a maioria das pessoas, portanto não deixe de buscar um advogado previdenciário para identificar e aplicar os seus direitos de forma correta!

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: