Qual a diferença de aposentadoria por invalidez e aposentadoria por incapacidade permanente?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Qual a diferença de aposentadoria por invalidez e aposentadoria por incapacidade permanente?

Você sabe qual a diferença de aposentadoria por invalidez e aposentadoria por incapacidade permanente?

Descubra e saiba todas as regras exigidas pelo INSS para garantir este benefício previdenciário.

Diferença de aposentadoria por invalidez e aposentadoria por incapacidade permanente

A aposentadoria por invalidez e a aposentadoria por incapacidade permanente são, na verdade, o mesmo benefício. 

A diferença está apenas nos nomes e nós vamos explicar o motivo.

A aposentadoria por invalidez é o benefício que você sempre ouviu falar e trata-se no mesmo benefício chamado aposentadoria por incapacidade permanente.

A Reforma da Previdência além das mudanças nas regras da previdência também atualizou a nomenclatura de alguns benefícios e um deles foi a Aposentadoria por Invalidez.

Vamos explicar as regras para conseguir este benefício e você verá que este novo nome tem bastante sentido na prática.

Regras para concessão do benefício de aposentadoria por invalidez ou aposentadoria por incapacidade permanente

Este benefício é concedido nos casos em que o segurado está totalmente incapacitado para o trabalho de forma permanente.

Damos ênfase em:

Incapacidade total: Incapacidade total significa que o segurado não possui condições para o trabalho, a limitação do trabalhador é completa. 

No caso da aposentadoria, a limitação para o trabalho deve observar não somente a atividade que o segurado executava, mas também avaliar se seria possível uma readaptação em outra função.

Quando se identifica que o segurado realmente não consegue se adaptar ao mercado de trabalho pela sua limitação, se configura a limitação total para obter o benefício.

Incapacidade Permanente: Incapacidade permanente é aquela identificada como irreversível, ou seja sem previsão ou possibilidade de cura ou recuperação.

É obrigatório que o segurado preencha esses requisitos para garantir este tipo de aposentadoria.

Além disso, é preciso provar essa condição para o INSS.

Quais são as provas necessárias para garantir o benefício?

Para garantir este benefício é preciso uma comprovação robusta sobre a condição de saúde do segurado.

Portanto, o segurado precisa provar através de laudos, exames médicos, atestados, receitas médicas e qualquer outro documento que possa mostrar a condição de saúde do segurado.

Além disso, é feito perícia para que o INSS consiga avaliar na prática se os documentos apresentados pelo segurado estão em conformidade com a realidade do segurado.

Por fim, lembramos que  a aposentadoria por invalidez ou incapacidade permanente exige a carência de 12 meses de contribuição, sendo dispensada apenas nos casos de moléstias graves.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: