Como posso complementar minha contribuição como MEI?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
MEI

Hoje vamos explicar para você, MEI, entender como você pode complementar a sua contribuição para poder se aposentar com segurança!

Quem é o MEI?

MEI significa Microempreendedor Individual, essa é a melhor forma, hoje, de se regularizar como empresário pagando menos impostos.

O MEI deve se preocupar com a sua aposentadoria

Recebemos, todos os dias, clientes que vão se aposentar porém não sabem como proceder na hora de requerer o benefício. 

É normal que o MEI tenha essa dificuldade. E por isso nós vamos te ajudar! 

Como funciona o recolhimento do MEI?

O MEI recolhe todos os impostos por uma única guia, o DAS.

O valor da Previdência Social também está incluso neste valor e corresponde a 05% do salário mínimo.

Esta alíquota permite que o MEU tenha direito a diversos benefícios da previdência social como: auxílio doença, aposentadoria por invalidez, por idade etc.

Como complementar minhas contribuições?

Analise qual é o seu tempo de contribuição. Seja o tempo especial, rural, período com deficiência etc. Esta análise é muito importante e deve ser precisa. Em caso de dificuldade busque o auxílio de um advogado previdenciário.

A complementação é feita da seguinte forma, após feita essa verificação que citamos acima, será somado ao tempo que você atuou como MEI.

Feito isso, você solicitará a sua aposentadoria e pedirá que esse tempo como MEI seja computado e caso você se aposente por alguma regra de aposentadoria “por tempo de contribuição” você fará a complementação da contribuição previdenciária.

Porque isso é exigido?

O MEI possui direito apenas a aposentadoria por idade, portanto, para se aposentar por qualquer regra que se enquadre na aposentadoria por tempo de contribuição é necessário fazer a complementação.

Como a guia mensal de contribuição do MEI é de 05%, a complementação será em 20%.

Sugerimos que para sanar qualquer dúvida, no seu caso concreto, busque a orientação de um advogado para esclarecer os seus direitos e antecipar estes cálculos para evitar dores de cabeça.

Porque devo fazer essa complementação?

Essa complementação é importante para que você identifique se pode se aposentar pelas regras antigas, ou seja, aquelas válidas antes da Reforma da Previdência.

Quem preencheu todos os requisitos para se aposentar até o dia 12/11/2019, poderá se aposentar por regras bem melhores e com um valor de benefício mais alto.

Para as pessoas que não se enquadram no direito adquirido, ou seja, não preencheram os requisitos para se aposentarem até o dia 12/11/2019, há, ainda, a possibilidade de se enquadrar em regras de transição mais favoráveis.

O objetivo desta análise é reunir todo o tempo possível para que você possa se aposentar através de regras melhores.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: