Dicas que podem Aumentar a sua Aposentadoria

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Separamos algumas dicas excelentes para quem quer aumentar a aposentadoria. Quer conferir essas dicas? Nos acompanhe neste post.

Confira se todo o seu tempo de trabalho está registrado no CNIS

CNIS significa Cadastro Nacional de Informações Sociais. É este o cadastro que o INSS utiliza para fazer o cálculo da sua aposentadoria. Por isso, antes de aposentar é interessante verificar se existe algum período trabalhado que não está constando no CNIS.

Reconhecer seus vínculos de trabalho informal

Caso você tenha atuado algum período de tempo sem carteira assinada, ou se for autônomo, sem o registro de Pessoa física e contribuição ao INSS, regularize essa situação antes de se aposentar. 

Pode ser que este período seja o que faltava para você garantir a sua aposentadoria.

Como mencionamos no tópico anterior, se você tem dúvidas sobre esse período, a dica é analisar o CNIS e ver se todo o tempo que você trabalhou consta no cadastro.

Em caso de dúvida ou se precisar de apoio para fazer essa regularização, busque um Advogado Previdenciário.

Você tem algum período de trabalho reconhecido pela Justiça do Trabalho?

Essa dica é para quem entrou com um processo judicial para reconhecer tempo de trabalho.

Quando isso acontece, ou seja, quando a justiça reconhece o direito do trabalhador e dá a decisão dizendo que aquele período de trabalho é válido, essa decisão não é comunicada automaticamente ao INSS.

Portanto, para que esse período conte para a sua aposentadoria é preciso comunicar a decisão judicial para o INSS e pedir a inclusão no CNIS.

Conversão do tempo especial em comum (insalubridade e periculosidade)

Quem não tem o tempo mínimo necessário para alcançar a Aposentadoria Especial, mas tem algum tempo trabalhado em atividades especiais, poderá fazer a conversão desta atividade especial para atividade comum, a fim de se aposentar pela aposentadoria por tempo de contribuição da regra geral.

Via de regra, a conversão aumenta o tempo de contribuição da mulher em 20% e o do homem em 40%. 

Planejamento Previdenciário

O Planejamento Previdenciário identifica as possibilidades de aposentadoria mais vantajosas.

Através do Planejamento é feito um estudo sobre o seu histórico de contribuição, de trabalho e serão analisados os seguintes pontos:

  • Tempo de Serviço;
  • Idade;
  • Valor das suas contribuições 
  • Seu tipo de trabalho;
  • Para quais regimes você contribuiu durante sua vida.

Toda essa análise serve para aumentar e/ou melhorar o seu tempo de contribuição, e garantir uma aposentadoria melhor.

Gostou das nossas dicas para melhorar a sua aposentadoria? Nos conte nos comentários se você já conhecia algumas dessas estratégias.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: