Prova de Vida Digital: Conheça o novo projeto do INSS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
prova de vida digital

Já pensou em fazer a sua prova de vida através do aparelho do seu celular, tablet ou computador? 

Isso está para se tornar uma realidade e, provavelmente em breve, os segurados terão muito mais comodidade para fazer a prova de vida de forma digital.

O que é a Prova de Vida?

A prova de vida é a comprovação de que o beneficiário ainda está vivo e deve continuar recebendo o benefício previdenciário.

Esta é a forma que a previdência encontrou para confirmar que o benefício terá a destinação correta e será recebido apenas pelo tempo necessário.

Infelizmente existem muitas fraudes no qual o beneficiário falece e outras pessoas passam a receber o benefício como se fosse o beneficiário. Além dessa situação existem muitas outras que caracterizam fraudes e podem ser evitadas pela prova de vida.

Por essa razão a prova de vida deve ser feita pessoalmente pelo beneficiário. Para aqueles que não podem comparecer pessoalmente, deve ser agendado para que um funcionário se dirija até o local em que está o segurado e faça a prova de vida.

Vale lembrar que para isso ocorrer o beneficiário deverá se encontrar incapacitado de locomoção. Caso a caso será analisado.

O que ocorre se a prova de vida não for feita?

Caso o beneficiário não compareça para fazer a prova de vida o benefício será suspenso, ou seja, o INSS para de fazer o pagamento do benefício.

Por essa razão é importante que o beneficiário se atente muito a este procedimento para não sofrer prejuízos no pagamento do benefício.

Prova de Vida Digital: Entenda!

Foi desenvolvido um projeto entre a Secretaria de Governo Digital (SGD) do Ministério da Economia, a Dataprev e o Serpro para que a prova de vida seja feita de forma digital por reconhecimento facial.

A forma de fazer a prova de vida digital será por meio do aplicativo do Meu INSS e do Governo Digital (Meu gov.br), utilizando a câmera do celular do beneficiário será possível comprovar se, de fato, o beneficiário trata-se da pessoa cujo CPF foi informado no cadastramento do INSS. 

Vamos aguardar a fase de testes e caso esse método seja realmente aprovado nós informaremos vocês, por isso acompanhe nossos conteúdos para ficar por dentro de todas as novidades sobre direito previdenciário.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: