Aposentadoria dos Professores em 2021

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
aposentadoria de professores em 2021

Preparamos para você um post com as regras atualizadas para a Aposentadoria dos Professores. 

Se você ainda não sabe quais são as regras de transição e as regras para novos professores trazidas pela Reforma da Previdência, confira na íntegra essas dicas!

REGRAS

Regras de Transição

Regra da idade mínima:

Homem: 57 Anos de Idade + 30 Anos de Contribuição

Mulher: 52 Anos de Idade + 25 Anos de Contribuição

A cada ano deve ser somado 06 meses de idade até completar 60 anos de idade para os homens e 57 anos de idade para as mulheres. 

Regra dos pontos:

Homem: 30 Anos de Contribuição + 93 pontos

Mulher: 25 Anos de Contribuição + 83 pontos

Por ano deve ser acrescentado 1 ponto até atingir o limite de 92 pontos para mulher e 100 pontos para o homem.

Novas Regras: 

Essa regra será aplicada aos que começaram a contribuir a partir do dia 13/11/2019.

Homem: 25 Anos de Contribuição + 60 Anos de Idade

Mulher: 25 Anos de Contribuição + 57 Anos de Idade

Importante lembrar que essas regras são destinadas aos professores que contribuem para o INSS, ou seja, para os professores sujeitos aos Regime Geral de Previdência Social.

Os professores que atuam para o Regime Próprio, seja da União, Estados ou Municípios, devem verificar quais são os requisitos específicos para o seu tipo de regime.

VALOR DA APOSENTADORIA

Outro ponto que gera muitas dúvidas entre os segurados é sobre o valor da aposentadoria.

A Aposentadoria dos Professores também sofreu alterações com a Reforma da Previdência e para você compreender como é feito esse cálculo após as alterações na legislação, vamos conferir primeiro como ficou o cálculo do salário de contribuição e após vamos checar a renda mensal inicial.

Salário de Contribuição

O salário de contribuição é a base para o cálculo da maioria dos benefícios do INSS. 

Portanto, vamos conferir, primeiramente, o resultado deste cálculo e depois aplicamos a regra para chegar ao valor do benefício.

Após a Reforma da Previdência, o salário de benefício consiste na média aritmética de 100% dos salários de contribuição desde julho de 1994 até o último anterior à solicitação. 

Para fazer a média é necessário atualizar o valor dos salários de contribuição pelo INPC, somá-los e dividir pela quantidade.

O resultado deste cálculo será o salário de benefício.

Renda Mensal Inicial 

Após apurado o valor do salário de benefício, para identificar o valor da aposentadoria aplica-se a regra de renda mensal padrão estabelecida após a reforma, qual seja: 

  • 60% do salário de benefício +  2% para cada ano de contribuição que exceder o tempo de 15 anos de contribuição para a mulher, e 20 anos para o homem

IMPORTANTE

Os segurados que preencheram os requisitos para aposentadoria antes da Reforma da Previdência, podem se aposentar pelas regras antigas e não se sujeitam às regras que mostramos neste post.

Se você está com dúvidas se possui ou não este direito, o ideal é buscar o apoio de um advogado previdenciário para a análise correta dos seus direitos.

Agora, se você identificou que as regras mencionadas neste post se aplicam a você, esperamos que tenha aproveitado este conteúdo. 

Se possui dificuldades para fazer este cálculo, uma alternativa é buscar o apoio de um advogado previdenciário para fazer o Planejamento Previdenciário. Além do cálculo, através do planejamento o professor receberá a análise completa dos seus direitos e dos documentos necessários para garanti-los. 

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: