Auxílio-Doença suspenso: Saiba o que fazer

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Auxílio Doença Suspenso

Auxílio-doença é o benefício que ampara o segurado nos momentos em que este se encontra incapacitado para o trabalho.

Recebemos muitas dúvidas de segurados que têm o benefício suspenso e não sabem como proceder nessas situações.

Se você é ou conhece uma dessas pessoas, confira este post e tire suas dúvidas.

Primeiro passo: você ainda tem direito ao benefício?

Para ter direito ao auxílio-doença, o segurado precisa preencher o requisito de incapacidade, ou seja, se você se recuperar a ponto de poder voltar às atividades laborais, o benefício foi suspenso devidamente.

Agora, se você ainda está incpacitado para o trabalho, você pode solicitar que o INSS volte a conceder esse benefício.

Mas antes disso é importante entender o motivo pelo qual o benefício foi suspenso. 

Fique atento ao prazo de duração do auxílio-doença

O auxílio-doença quando concedido terá a validade estipulada pelo INSS. 

Se o INSS não fixar um período para o fim do benefício, a legislação diz que o benefício será concedido por 120 dias.

Caso o segurado se torne apto para o trabalho ele poderá aguardar o fim do benefício e retornar às atividades mas se ele não se sentir capacitado para as atividades ele poderá requerer a prorrogação do benefício.

Como funciona a prorrogação do auxílio-doença?

Para solicitar a prorrogação do auxílio doença você precisa comprovar que a sua incapacidade não cessou, ou seja, você ainda não está apto para o trabalho.

Para isso é necessário providenciar exames e laudos que comprovem a sua condição de saúde. 

Importante lembrar que o pedido de prorrogação deve ser feito 15 dias antes do fim do benefício.

O erro que muitas pessoas cometem é deixar ocorrer o término do benefício para depois pensar em solicitar a prorrogação. Isso pode te prejudicar, portanto, providenciar tudo com antecedência é essencial.

Mas e nos casos em que a prorrogação não for concedida pelo INSS? Vamos conferir o que pode ser feito nesse caso.

Prorrogação do benefício NEGADA pelo INSS, o que fazer?

Se você solicitou a prorrogação do benefício, apresentou a comprovação da incapacidade e mesmo assim o INSS não concedeu o auxílio-doença é possível recorrer perante o próprio INSS ou mesmo ingressar com uma ação judicial.

O beneficiário não pode ficar prejudicado pela suspensão do benefício se ele continua sem condições para o trabalho, portanto, se você está nessa situação busque o apoio de um advogado previdenciário e identifique como alcançar os seus direitos.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: