Aposentados podem continuar Trabalhando?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
aposentados podem continuar trabalhando

Os segurados do INSS que se aposentam têm o direito de continuar trabalhando para poder complementar a renda?

Essa é a dúvida de muitos segurados, pois com a redução da renda, após a aposentadoria, muitas pessoas acabam precisando trabalhar mais para poder manter o padrão de vida.

E aí, será que o aposentado pode continuar trabalhando? Continue a leitura deste post e descubra!

Aposentadoria comum

Os segurados que se aposentaram e resolvem voltar ou continuar no mercado de trabalho podem fazer isso sem problemas.

Desta forma, o segurado que se aposenta e continua trabalhando poderá receber sua aposentadoria e também o seu salário.

Essa é a regra geral, mas existem algumas regras específicas que vamos conferir nos próximos tópicos.

Aposentadoria por incapacidade permanente (antiga invalidez)

Os segurados que estão recebendo o benefício de aposentadoria por invalidez estão impedidos de continuar exercendo o trabalho, sob pena de deixar de receber o benefício.

A questão é que a aposentadoria por incapacidade existe para possibilitar que o segurado que está inapto para o trabalho precise voltar a trabalhar.

Desta forma, se o segurado se aposentou, pois não está apto para o serviço, não faz sentido que ele volte a trabalhar, correto?

Se o segurado volta a trabalhar significa que a incapacidade que o segurado tinha foi sanada e ele está apto para voltar ao trabalho, portanto, ele poderá ser “desaposentado” pelo INSS.

Aliás, essa é uma questão muito avaliada pelo famoso “pente fino” do INSS. Uma das intenções do governo ao realizar esse mutirão para o pente fino é identificar pessoas que estão aptas ao trabalho, mas estão recebendo benefícios previdenciários por incapacidade.

Ao detectar essas situações o INSS pode cortar o benefício do segurado.

Aposentadoria Especial 

A aposentadoria especial é aquela devida aos segurados que atuam em atividade insalubre e perigosa.

Nesses casos o segurado que se aposenta pela modalidade especial não pode continuar trabalhando exclusivamente em atividade insalubre e perigosa.

Isso quer dizer que se o aposentado quiser trabalhar em atividades comuns, isso será plenamente possível.

A justificativa para a proibição é que a aposentadoria especial oferece condições para o segurado se aposentar mais cedo para manter distância dos agentes que causam mal à saúde e apresentam risco à vida. 

Desta forma, se o segurado continuar trabalhando em atividade especial ele poderá ter a sua aposentadoria cortada.

Os aposentados em atividade especial devem, parta continuar trabalhando devem sempre optar pelo trabalho comum, sem insalubridade e sem periculosidade.

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: