Perícia do INSS: dicas essenciais!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
perícia INSS

Foi convocado para perícia? Saiba quais pontos são essenciais para você não cometer falhas na hora de se apresentar para perícia do INSS!

Diversos benefícios do INSS antes de serem concedidos exigem que seja feita uma perícia. Através desta perícia se identifica qual é a situação de saúde do segurado.

É a perícia que identificará se o segurado está temporariamente incapacitado, definitivamente ou até mesmo se o segurado não está incapacitado (ou seja, situação na qual o benefício será negado).

Outra situação que costuma gerar muitas dúvidas entre os segurados é o PENTE FINO DO INSS.

O pente fino nada mais é do que uma perícia do INSS que averigua se a incapacidade na qual o segurado sofreu ainda permanece ou se o segurado está apto para voltar ao trabalho. Esta medida foi criada porque muitas pessoas recebem benefícios sendo que já estão recuperadas (de saúde) ou sequer passaram por alguma incapacidade (benefício obtido de forma fraudulenta).

Se você deseja entender tudo sobre o pente fino confira o nosso artigo clicando aqui, após a leitura deste artigo.

Agora vamos às dicas!

1.Prepare toda a documentação

Os documentos são fundamentais para que qualquer benefício seja concedido.

Por essa razão, se você vai fazer uma perícia para um a concessão de um benefício por incapacidade, por exemplo, é essencial que você busque realizar exames e solicitar os laudos que comprovem a sua situação de saúde.

Se ficou internado, o prontuário é outro documento que auxiliará muito na comprovação da sua situação de saúde 

2. Atenha-se ao problema de saúde que mais contribui para sua incapacidade.

Mesmo que você esteja passando por mais de um problema de saúde foque apenas naquele que gerou a sua incapacidade, principalmente se essa incapacidade estiver relacionada a um acidente ou doença do trabalho.

3. Solicite ao médico um laudo detalhado da sua situação de saúde

Comprovar a sua condição de saúde é essencial no momento da perícia. Quanto mais você facilitar o trabalho do perito menor será a probabilidade de o perito cometer algum erro na análise do seu caso.

Para que isso seja possível apresente sempre laudos detalhados com todas as condições relacionadas a saúde e indicação dos CID’s correspondentes.

4. Meu benefício foi negado, o que fazer?

Se você está com dúvida sobre a documentação que deve apresentar, busque o auxílio de um advogado previdenciário.

Não compareça à perícia sem portar os documentos certos para evitar que o seu benefício seja negado.

Se você entrou com o pedido e apresentou na perícia os documentos certos para obter o benefício existe a possibilidade de recorrer da decisão do INSS ou até mesmo ingressar com um processo judicial.

Esses recursos existem justamente porque o INSS em diversos casos nega os benefícios indevidamente.

Se você acha que este é o seu caso, busque sempre o auxílio de um advogado previdenciário para que o profissional analise os seus direitos. 

Gostou deste conteúdo? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura para saber mais sobre direito previdenciário e conversar com um advogado especializado.

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: