Saiba como funciona a contribuição ao INSS para motorista privado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Conheça as regras para contribuição e saiba como garantir a aposentadoria para motorista de transporte privado.

Quem trabalha como autônomo ainda tem muitas dúvidas sobre a contribuição para o INSS. Mas a contribuição previdenciária para motoristas de transporte privado, por exemplo, é bem mais simples do que parece. 

Apesar de ter algumas regras diferentes, o processo é basicamente o mesmo de qualquer outro profissional. Para entender melhor vamos explicar como funciona a contribuição ao INSS para motorista privado neste artigo. 

Como funciona a contribuição ao INSS para motorista privado?

A contribuição INSS para motorista privado pode ser feita na categoria de autônomo ou ainda como MEI (Microempreendedor Individual). Para se encaixar na categoria de autônomo você precisa trabalhar por conta própria ou prestar serviço para pessoa física.

Como autônomo você fica inscrito como contribuinte individual no INSS e poderá solicitar a aposentadoria por idade ou tempo de serviço pagando 20% do seu rendimento. 

A aposentadoria para motorista de transporte privado determina os mesmos requisitos: 35 anos de trabalho para homens e 30 para mulheres ou, se por idade, 60 anos para mulheres e 65 para homens. Todas as opções precisam ter no mínimo 180 contribuições. 

Outra opção de contribuição previdenciária para motoristas de transporte privado é pagar 11% do seu rendimento. Neste caso, você só poderá se aposentar por idade e o valor da aposentadoria será de um salário mínimo. 

Contribuição INSS para motorista de aplicativo

Neste ano, o governo regulamentou a contribuição de motorista de aplicativo ao INSS. Vamos entender melhor como ela funciona? 

Com essa contribuição, os motoristas terão direito a aposentadoria e benefícios como o auxílio-doença e salário-maternidade, por exemplo. 

Separamos um passo a passo simples para explicar como você pode fazer a contribuição INSS para motorista de aplicativo e garantir a sua aposentadoria: 

1-Faça a inscrição

O primeiro passo para garantir a tão sonhada aposentadoria para motorista de transporte privado é fazer a sua inscrição pelo site do INSS ou ainda pelo telefone 135. Você ficará inscrito na categoria de contribuinte individual.

Para fazer a inscrição e iniciar a contribuição previdenciária para motoristas de transporte privado basta comprovar o seu cadastro em aplicativos como o Uber, Cabify ou 99

2-Contribuição mensal

Você poderá escolher o tipo de contribuição INSS para motorista privado que melhor se encaixa nos seus planos de aposentadoria. Como contribuinte individual, por exemplo, você pagará 20% do seu rendimento mensal. 

Para se aposentar, neste caso, é considerado o tempo de contribuição: homens precisam registrar 35 anos de contribuição e mulheres 30. Não existe idade mínima nessa categoria.

Em caso de aprovação da Reforma da Previdência, a aposentadoria por tempo de contribuição não será mais uma opção. 

Se contribuir em cima do salário mínimo, a contribuição será de R$199,60 e se optar por contribuir em cima do teto do INSS (que hoje é de R$5.839,45) precisará pagar R$1.167,89 por mês. Você também pode escolher pelo plano simplificado e pagar 11% sobre o salário mínimo (hoje de R$998). 

Na contribuição simplificada, a aposentadoria pode ser feita apenas por idade: homens precisam ter 65 anos e mulher 60. Além disso, é preciso ter, no mínimo, 15 anos de contribuição. 

3-Inscrição como MEI

Outra opção de contribuição INSS para motorista de aplicativo é se registrar como MEI. Para ser MEI você precisa ter um faturamento anual de até R$81 mil. 

Se você optar por se inscrever nesta categoria, contribuirá 5% sobre o salário mínimo. Neste caso, a inscrição não é feita pelo INSS e sim pelo Portal do Empreendedor

A aposentadoria como MEI também pode ser feita por idade, nas mesmas regras citadas na contribuição simplificada: 60 anos para mulheres e 65 para homens, além de 15 anos mínimos de contribuição ao INSS. 

Agora que você já sabe como funciona a contribuição INSS para motorista privado, pode encontrar o melhor tipo de aposentadoria para você! 

Nossa dica é contratar um advogado previdenciário para cuidar do seu processo e garantir o recebimento de todos os seus direitos. Na Advocacia Rodrigo Moura você encontra profissionais que são referência na área.

Acesse o site para conversar com um especialista agora mesmo!

Quer garantir seus direitos? Acesse o site da Advocacia Rodrigo Moura e converse com um advogado especialista em direito previdenciário agora mesmo!

Leia também: Principais dúvidas sobre aposentadoria

Sobre nós

Fundado em 2009, a Advocacia Rodrigo Moura construiu com sua dedicação uma ótima reputação no âmbito do direito, atendendo os clientes e ajudando em suas necessidades e oferecendo assessoria completa durante o período de processo.

Últimas Postagens

Siga nos

Fale conosco

DEIXE NOS TE AUXILIAR, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E RECEBA AJUDA PROFISSIONAL

Precisa de auxílio profissional?

Conte com nossos profissionais.

Bem Vindo(a)! 

Continuamos atendendo com horário marcado.

Deixe seus dados e entraremos em contato: